Pages

sábado, 4 de abril de 2009

Total dependência


Mesmo os santos precisam sentir-se ameaçados por um total colapso das forças humanas, a fim de aprenderem, de suas próprias fraquezas, a depender inteira e unicamente de Cristo.

João Calvino

Somos dependentes de Cristo. Que nada nos faça esquecer disso. Parece que, às vezes, precisamos que Deus nos coloque em situações em que "só Ele" pode resolver. Engano nosso. "Só Ele" pode resolver TODAS as situações. Algumas parecem mais "resolvíveis" do que outras. Mas, na verdade, não são. Dependemos de Cristo sempre.

Seja para um passo, seja para uma maratona.
Uma frase ou um livro.
Uma gripe ou um câncer.
Dez centavos ou nosso salário.
1 + 1 ou uma tese de doutorado em matemática.

Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? {ao curso da sua vida; ou à estatura} E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé? Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.
(Mt 6.25-34)


Em Cristo,

Felipe Prestes

Um comentário:

karla disse...

Considero que a busca constante pela comunhão com Cristo já é um grande passo para sabermos que estamos na dependência total Dele. Contudo, também creio que o Senhor espera decisões e ações de nossa parte que reflitam Seu caráter, Sua mente e Sua santidade. Só assim teremos certeza de que o caminho que estamos andando é o da Luz e poderemos aguardar com alegria a resposta que Ele dará aos nossos conflitos e dúvidas.
Que nosso temor ao Senhor aumente, nos deixando livres de toda ansiedade.