Pages

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Quem pode reter tanta água?



Como o abrir-se da represa, assim é o começo da contenda; desiste, pois, antes que haja rixas. (Pv 17.14)

Algumas postagens atrás, falei que tenho um sério problema com máximas populares, que geralmente mostram uma falta de sabedoria no lugar de uma verdadeira instrução. Porém, hoje lembrei de um dito do qual realmente podemos aprender. Creio que todos já escutaram alguém dizer: “Quando um não quer, dois não brigam.”

As brigas são originadas exatamente de alguém que não quer ceder, não quer abrir mão do seu “orgulho ferido” e, por isso, revida a afronta para não “ficar por baixo”. Nada mais carnal. Nada mais pecaminoso. Nada mais distante do que o Senhor espera de um filho dEle.

Deveríamos aprender com o livro de provérbios. Depois que uma represa se abre, é muita água que sai dos seus depósitos. Fico imaginando alguém tentando reter aquela enorme quantidade de água. Seria facilmente engolido.

A força de uma contenda é muito grande. Depois que uma briga começa, depois que os egos se inflam, o que se pode fazer é esperar os estragos, como os destroços que ficam em uma cidade atingida por uma enchente.

Então, já que somos fracos mesmo, já que temos tanta dificuldade em ceder, deveríamos usar a nossa capacidade de reconhecer quando uma briga começa para, no lugar de nos colocarmos na defensiva, preparados para um ataque, tentarmos acabar com a discussão naquele momento. Os embates resolvidos em paz são aqueles que levam a um maior desenvolvimento dos relacionamentos. Os que são “resolvidos” em rixas, na verdade, não são resolvidos.

Em Cristo,

Felipe Prestes

2 comentários:

Carlos Bezerra disse...

Felipe você mencionou o valor do livro de Provérbios e lembrei que ouvi um pastor mencionar que este livro era o melhor "pão diário" do mundo. Por ser um livro que possui 31 capítulos, teríamos uma divisão automática e completa de conselhos para cada dia do ano. Creio que se nos habituassemos a ler um capítulo de Provérbios por dia, seríamos grandemente transformados.
Abração.

Felipe Prestes disse...

De fato, grande Carlos. O livro de Provérbios é uma fonte clara e direta de sabedoria para todos os que se aproximam desses escritos de Salomão.
Nada melhor do que incorporar os princípios do homem mais sábio que já existiu, tendo sido ele inspirado pelo Espírito para escrever essa obra.
Que o Senhor nos ajude a manter uma vida sensata, cheia de sabedoria, a qual Ele dá liberalmente.

Em Cristo,

Felipe Prestes