Pages

segunda-feira, 30 de março de 2009

O homem e o abismo


“No coração do homem há um buraco do tamanho de Deus.”

Ontem meu pastor se remeteu a essa frase durante sua pregação. Obviamente, a citação não quer dizer que Deus é tão pequeno que caiba dentro de um coração. Mas exatamente o contrário. O buraco que há no coração do homem é tão grande que nada nem ninguém pode preencher, somente Cristo.

Tristes são aqueles que tentam preencher esse abismo com o que há nesse mundo. O que encontram, no lugar de satisfação, é frustração. Ok... Reconheço que há uma certa satisfação momentânea. No entanto, assim como uma criança cansa de um brinquedo novo, esse homem também vai cansar. E vai procurar outro (prazer, bem material, título, reconhecimento, poder etc.) e novamente vai cansar. A frustração começa a tomar conta dele. E o seu próximo brinquedo será um livro de auto-ajuda, um analista, um guru espiritualista ou um amigo de bar lhe dizendo que ele não tem culpa de seus erros, que ele é importante, que há outras chances, que ainda há “novas experiências” para se ter, que ele acredite em si mesmo, entre outras frases clichês de efeito.

O fato é que nada disso vai adiantar. Somente a paz de Deus, “que excede todo entendimento”, pode preencher esse abismo.

Quanto aos que já se entregaram ao Senhor, permitindo que Ele tomasse conta desse enorme vácuo, é bom que tenhamos cuidado. É fácil tentar “complementar” o espaço do Senhor com os prazeres e valores desse mundo. Mas Deus não admite concorrentes.

Com Cristo:
- ou se ajunta ou se espalha (Lc 11.23)
- quem não é com Ele é contra Ele (Lc 11.23)
- “Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” (Tg 4.4)
- nEle não há treva alguma (1 Jo 1.5)

Que o nosso desejo seja que somente o Senhor preencha esse vazio que existe dentro de nós.

Em Cristo,

Felipe Prestes

Um comentário:

Carlos Bezerra disse...

Excelente devocional Felipe! Creio que esta palavra "abismo" descreve precisamente o espaço no coração de todo homem.